ESPAÇOS DE COMERCIALIZAÇÃO SOLIDÁRIA E FORTALECIMENTO DA AUTONOMIA FEMININA: A EXPERIÊNCIA DO MERCADO DA VIDA EM BONITO - PE

  • Beatriz PESSOA SOUZA
  • Ana DUBEUX
Palavras-chave: Agroecologia, Feminismo, Trabalho Doméstico, Economia Solidária

Resumo

Esse trabalho reflete sobre a transição agroecológica das agricultoras do Mercado da Vida em Bonito - PE, e como essa experiência influencia sua emancipação e autonomia. As reflexões são uma análise de sua vivência, tanto no mercado, quanto nas relações familiares, e sua importância na segurança alimentar e nutricional, assim como, no desenvolvimento da agroecologia nesse território. A presença das mulheres garante um olhar multidimensional, essencial à construção da Agroecologia. O texto reflete sobre o lugar das mulheres no processo de transição agroecológica e da economia solidária, compreendendo como ele contribui para sua emancipação, inclusive no que se refere à divisão do trabalho doméstico, e em que medida a articulação entre agroecologia e a economia solidária potencializam a discussão do feminismo no território.

Publicado
2020-05-12
Seção
CIFA - Feminismos, Agroecologia e Economia Solidária