PROTAGONISMO FEMININO: VALORIZAÇÃO DO FRUTO NATIVO E GERAÇÃO DE RENDA PARA AS FAMÍLIAS NO SEMIÁRIDO BAHIANO

  • Andréa Jesus OLIVEIRA
  • Clemilda Rosa SOUZA
  • Leandro Abreu SOUZA
  • Maria de Fátima Sampaio LIBARINO
Palavras-chave: Grupo De Mulheres, Geração De Renda, Valorização Do Umbu, Cooperativa

Resumo

Em meio à Caatinga, região Semiárida da Bahia, fica localizado o município de Manoel Vitorino, uma cidade de pequeno porte com aproximadamente 14 mil habitantes. As principais atividades são agricultura, pecuária de pequeno porte e extrativismo do Umbu, uma fruta nativa do lugar de safra sazonal que movimenta uma grande parte da economia da região. Buscando valorizar o fruto e gerar renda para as famílias, um grupo de mulheres se juntaram para criar uma cooperativa que pudesse vender seus produtos derivados do Umbu. E assim, na cara e na coragem, montaram uma cozinha em espaços improvisados para trabalhar, como precisavam de legalizações para o empreendimento, aceitou a ajuda dos governantes da época e foram enganadas. Mas não desistiram e se reergueram, no grupo tinha apenas um homem. Este trabalho foi desenvolvido por um grupo de quatro estudantes, dois deles são sócios cooperados na empresa citada, visando relatar e divulgar a vivência de um grupo de pessoas trabalhadoras que buscam conquistar uma valorização do produto nativo da região e, concomitantemente, gerar renda para as famílias envolvidas.

Publicado
2020-05-12
Seção
CIFA - Feminismos, Agroecologia e Economia Solidária