Paisagem e Territorialização Agroecológica no Assentamento Mário Lago à luz da experiência do Projeto Agroflorestar

  • Vitor Moretti Zonetti 1Mestre em Ciências pelo Programa de Pós-graduação em Sustentabilidade da Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Agrobiodiversidade; Educação do Campo; Patrimônio Biocultural; Sistemas Agroflorestais

Resumo

A Pedagogia Camponesa Agroecológica promove a territorialização da Agroecologia a partir das bases materiais do próprio campesinato. Desta forma, a aparência concreta dada pela paisagem produzida em um determinado espaço geográfico indica as mediações constituintes do território tanto material quanto imaterial. Objetivou-se utilizar a paisagem concretizada pelos Sistemas Agroflorestais (SAF) do Assentamento Mário Lago como categoria de análise da territorialização agroecológica promovida pelo Projeto Agroflorestar. Entrevistas semiestruturadas com assentados e análises de arquivos oficiais foram utilizados para coleta de dados e que, por sua vez, foram analisados pela abordagem dialética. Neste caso, a paisagem fora compreendida como resultado do metabolismo ecológico, econômico e social impulsionados pelo referido projeto.

Publicado
2020-11-04