Uso e conhecimento popular de plantas medicinais por estudantes de graduação da cidade de Remígio/PB

  • Vitória Saskia Ferreira Barroso Universidade Estadual da Paraíba
  • Bruna dos Santos Souza Universidade Estadual da Paraíba
  • ; Ingrid Damirys Tomaz da Silva Centro Universitário-UNIFACISA - Graduanda em Fisioterapia
  • Gabriella Henrique Brandão Universidade Estadual da Paraíba
Palavras-chave: Agroecologia, Etnobotânica, Fitoterápicos, Saúde, Tradição.

Resumo

O uso de plantas medicinais pela população é uma tradição antiga passada entre as gerações e valorizado pelas comunidades. Este trabalho objetivou identificar se os estudantes da cidade de Remígio/PB utilizam plantas medicinais para fins terapêuticos e se receberam indicação de profissionais da área de saúde sobre a manipulação desses fitoterápicos. É de extrema importância compreender se as tradições das gerações passadas continuam perpetuando as gerações futuras.  Foi aplicado um questionário online na plataforma SURVIO, onde foram entrevistados 35 estudantes, a sua maioria afirmaram que faz uso de plantas medicinais para tratamento de suas enfermidades, e que notaram resultados após a sua aplicação, cerca de 68,6% utilizam plantas medicinais para tratamento desde criança, a maioria aprendeu a manusear por meio dos seus familiares. Suas formas de aplicação mais citadas foram: 91% em forma de chá, 40% lambedor e 23% compressa. 66% afirmaram que só faz uso de plantas quando está doente. As plantas mais citadas foram: o Boldo para dor de barriga com 31%, 29% Camomila e 23% Capim santo como calmante. 69% não procuram atendimento médico antes de usarem vegetais medicinais. Cerca de 86% não buscam serviços hospitalares enquanto estão utilizando fitoterápicos. Em torno de 63% dos estudantes nunca receberam indicação de plantas medicinais por parte de profissionais de saúde, enquanto 29% já receberam mais não souberam informar o que foi apontado por eles, e outros 3% já receberam recomendação. 100% dos entrevistados disseram que gostariam de receber informações sobre o uso de plantas para tratamento de doenças. Contudo, a grande maioria dos estudantes de Remígio-PB fazem uso de plantas para tratamento de doenças e tiveram esse conhecimento difundindo pelos familiares, isso mostra a importância da transmissão do conhecimento entre as gerações.

Publicado
2020-11-11