Avaliação do Valor Nutricional de Resíduos do Processamento da Macaúba como Potencial Ingrediente para Ração Animal

  • Claudiomira Zardo Palacio Revello Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD
  • Rafael Henrique de Tonissi e Buschinelli de Goes Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD
  • Jorge Luiz Raposo Junior Instituto de Química, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS
  • Rozanna Marques Muzzi Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD
Palavras-chave: frutos do Cerrado; farelo de macaúba; Acrocomia aculeata; alimentação animal.

Resumo

Os resíduos da agroindústria vêm sendo muito utilizados podendo ser considerados como intermediários na obtenção de novos produtos com alto valor agregado, contribuindo assim, com as questões ambiental e de sustentabilidade. Nesse contexto, destacamos a macaúba, Acrocomia aculeata, pertencente à família Arecaceae, uma espécie comumente encontrada no Cerrado brasileiro. Essa espécie vem sendo estudada tanto pelas suas propriedades farmacológicas como na aplicação como biocombustível. Visando o aproveitamento dos resíduos oriundos da extração de óleo da macaúba como ingrediente em ração animal, no presente trabalho foram caracterizados os farelos da polpa e amêndoa e o epicarpo quanto aos teores de cinzas, proteína bruta, fibra em detergente neutro e ácido, lignina, celulose, fibra bruta, extrato etéreo, digestibilidade in vitro, bem como alguns elementos minerais. Os resultados dessas análises revelaram os altos teores de proteína e fibras do farelo da amêndoa, a alta digestibilidade do farelo da polpa e o alto percentual de ferro no epicarpo.

 

Publicado
2020-11-11