Monitoramento do Avanço da Contaminação dos Transgênicos no Território da Borborema estado da Paraíba

  • Tatiana Schiavon Albuquerque Movimento dos Pequenos Agricultores
  • Emanoel Dias da Silva Agricultura Familiar e Agroecologia (AS-PTA)
  • Irajá Ferreira Antunes Embrapa Clima Temperado
Palavras-chave: semiárido; transgenes; sementes da paixão; camponeses.

Resumo

O presente trabalho descreve a pesquisa realizada no Território da Borborema no estado da Paraíba, que foi articulada pela rede de bancos comunitários de sementes crioulas em conjunto com famílias guardiãs das sementes da paixão. A pesquisa foi parte da Campanha “não planto transgênicos para não apagar minha história” onde foi realizada coleta das amostras de milho crioulo para verificar a contaminação por proteínas transgênicas. As coletas foram  feitas no período de agosto a novembro de 2018. As 171 amostras coletadas foram submetidas a testes com fitas imunocromatográficas para detecção de contaminantes. Destas 67 obtiveram o resultado positivo, ou seja, contaminado com proteínas transgênicas e 74 obtiveram o resultado negativo, ou seja, livre de transgênicos. Este número elevado de amostras contaminadas gera enorme erosão genética e consequentemente a perda de identidade cultural, pois as sementes estão intrinsecamente ligadas ás tradições e conhecimentos que compõem a cultura local.

Publicado
2020-11-20