MULHERES, COOPERATIVISMO E GÊNERO

  • Karlyane Mayra Brito Wanzeler
Palavras-chave: Gênero, cooperativa, remédios caseiros

Resumo

Este ensaio busca apresentar uma reflexão sobre a trajetória e participação feminina na
Cooperativa Agroindustrial e Extrativista das Mulheres do Município de Cametá
(COOPMUC), trata-se de uma análise com base em dados coletados de uma pesquisa
no período de 2017-2018. A pesquisa é qualitativa a partir da vivência, observação e
entrevistas semiestruturadas. Objetiva-se ressaltar as relações de gênero presentes na
vida dessas mulheres, a partir da observação do trabalho realizados por elas dentro desse
empreendimento. Através dessa experiência foi possível conhecer o trabalho delas,
como a elaboração de remédios caseiros. A produção desses remédios representa o
verdadeiro anel de conjunção entre a dimensão cotidiana e os diferentes planos sociais,
ecológicos e culturais em que intervêm na obra dessas mulheres.

Publicado
2021-07-14
Seção
Trabalhos apresentados sobre Mulheres, Feminismos e Agroecologia