Estudo do efeito de medicamentos homeopáticos no controle da Spodoptera frugiperda

  • Gabriel Kriger da Costa Gusmão Instituto Federal do Paraná, Campus Ivaiporã
  • Andressa Fabiano Souza Instituto Federal do Paraná, Campus Ivaiporã
  • Ellen Rubia Diniz Instituto Federal do Paraná, Campus Ivaiporã
  • Mariana Closs Salvador Shiinoki Instituto Federal do Paraná, Campus Ivaiporã
  • Mariana Nunes dos Santos Sismeiro
Palavras-chave: Lagarta do cartucho; Homeopatia; Bioterápicos

Resumo

O experimento foi realizado no Laboratório de Ensino e Pesquisa em Homeopatia do Campus Ivaiporã do IFPR. Foram usados 6 tratamentos: Sulphur; Phosphorus; Ruta graveolens; Magnesia carbônica e nosódio da lagarta, todos em 6CH, e o tratamento controle com solução de álcool 30%. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com trinta repetições, totalizando 180 parcelas, cada parcela continha uma lagarta. Não houve efeito das homeopatias sobre o peso das lagartas, que em média foi de 160,92 mg. O tratamento em que se obteve uma maior eficácia foi com o nosódio da lagarta, resultando em 85% de mortalidade. O nosódio 6 CH apresentou potencial efeito no controle populacional de S. frugiperda, com maior porcentagem de mortalidade. O medicamento Magnesia carbonica evidência na redução da massa das pupas. São necessários novos experimentos “in vitro” para confirmação dos resultados e posterior testes em condição de campo.

Publicado
2022-03-18
Seção
RTA - Desenho e manejo de agroecossistemas de base ecológica e em transição