Perfil dos agricultores convencionais e “agroecológicos” integrantes da feira de comercialização direta do município de Chapecó, SC

  • BOHNER, Tanny Oliveira Lima Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • PASQUALOTTO, Nayara Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • WIZNIEWSKY, José Geraldo Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: feiras, agricultura familiar, circuitos curtos

Resumo

Um dos importantes mecanismos para o fortalecimento da agricultura familiar são os circuitos
curtos de comercialização, sendo que, dentre estes, destacam-se as feiras de comercialização
direta ao consumidor. O município de Chapecó conta com 10 feiras livres, das quais
participam agricultores familiares convencionais e os que se intitulam agroecológicos. Desta
forma, este estudo tem como objetivo analisar o perfil das famílias agricultoras que comercializam
seus produtos nas feiras livres do município. Para obtenção dos dados primários da
pesquisa foram realizadas entrevistas com 15 agricultores, sendo que, destes, 9 são convencionais
e 6 agroecológicos. Os Resultados evidenciam que os agricultores que se consideram
agroecológicos trabalham durante um período diário maior na atividade. Ainda, estes mesmos
agricultores dedicam uma área consideravelmente maior da propriedade para a olericultura e
comercializam uma variedade maior de produtos nas feiras municipais.

Publicado
2018-08-20