Limites e potencialidades da transição agroecológica: percepção dos agricultores familiares adeptos da agricultura sustentável

  • BOHNER, Tanny Oliveira Lima Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • PASQUALOTTO, Nayara Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • WIZNIEWSKY, José Geraldo Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Palavras-chave: Sustentabilidade, agricultura orgânica, Agroecologia, agricultura familiar

Resumo

Os prejuízos ambientais associados ao atual modelo de desenvolvimento dos sistemas agrários
tornam evidente a necessidade de viabilizar a construção de uma agricultura mais justa
e viável, que possibilite ao agricultor realizar o manejo sustentável da produção. Diante deste
contexto, este estudo tem como objetivo compreender a percepção de agricultores familiares
a respeito da conversão à agricultura sustentável no município de Chapecó, SC. Para
tanto, foram realizadas entrevistas com seis agricultores que realizaram e encontram-se em
processo de transição agroecológica. Como resultado, os entrevistados ressaltaram que a
supressão do uso de insumos químicos promoveu inúmeros benefícios. Outrossim, outro aspecto
relevante corroborado pelos entrevistados refere-se à necessidade de subsídios que
possibilitem a efetiva conversão do sistema produtivo. Destarte, evidencia-se a importância
da disseminação dos benefícios socioambientais procedentes da adoção de práticas de agricultura
sustentável, bem como a necessidade da implementação de subsídios que viabilizem
ao agricultor realizar a transição agroecológica.

Publicado
2018-08-20