Agrofloresta de quase tudo e cabruca de quase nada nas terras do sem fim

  • GUIMARÃES, Eduardo Alfredo Morais Agrossivicultura São Cosme e Damião/Universidade do Estado da Bahia
Palavras-chave: Cacau, Mata Atlântica e agrofloresta

Resumo

A comunicação está organizada em uma perspectiva histórica apresentando dois modos privilegiados
de tecer a trajetória da cultura do cacau na Bahia. No âmbito da agricultura familiar,
quilombola e indígena o cacau de roçado criado pela mandioca em boqueirões, nas margens
dos rios em “agroflorestas de quase tudo”. No ‘imaginário’ da elite regional, o cultivo do cacau
em cabrucas, sistema ‘ecológico’ que, em pleno sistema escravista monocultor atendia às necessidades
do empreendimento mercantil português, isento do trabalho escravo e capaz de
conservar e renovar a floresta tropical.

Publicado
2018-08-22