Diversidade da macrofauna edáfica em cronosequência de Capoeira e Floresta Ciliar no Município de São luís, Maranhão

  • FERREIRA, Paula Fernanda Alves Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • FRAZÃO, Thaynara dos Reis Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • FERREIRA, Klayton Antonio Lins Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • ARAUJO, Walysson Santos Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • SANTOS, Wyayran Fernando Sousa Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • ROUSSEAU, Guillaume Xavier Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
Palavras-chave: fauna, serapilheira, agroecossistemas

Resumo

A macrofauna do solo compreende grupos de organismos facilmente visíveis a olho nu e que
habitam a interface solo-serrapilheira, promovendo serviços ecológicos ao ecossistema. O objetivo
deste trabalho foi avaliar a diversidade da macrofauna na serapilheira e no solo em dois
diferentes agroecossistemas. Para tal foram consideradas dois agroecossistemas: Capoeira
alta localizada no INPE e Floresta Ciliar Restinga localizada no Sítio Aguahi. A amostragem
ocorreu a partir de dados coletados através de uma adaptação do Método TSBF-Tropical Soil
Biology and Fertility. Após essa etapa, seguiu-se a contagem e identificação da macrofauna.
Foi possível observar que 14 táxons da macrofauna foram encontrados no INPE e apenas
11 táxons foram no Sitio Aguahim. Em relação á origem da amostra, serrapilhiera ou solo,
observa-se uma maior concentração de indivíduos no solo quando comparado á serapilheira.

Publicado
2018-08-14