Manejo e comercialização do guaraná (Paullinia cupana var. sorbilis (Mart.) Ducke) por agricultores indígenas da etnia Sateré-Mawé

  • VIGNOLI, Clara Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA
  • MILLER, Robert PNUD/Funai
  • VAN LEEUWEN, Johannes Instituto nacional de pesquisas da Amazônia – INPA
  • ALFAIA, Sonia S. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA
Palavras-chave: Amazônia, agricultura, comércio justo

Resumo

Os Sateré-Mawé são considerados os criadores da cultura do guaraná (Paullinia cupana var.
sorbilis (Mart. Ducke).Desenvolveram uma forma particular de beneficiamento desta planta de
importância econômica e cultural no Brasil. Caracterizamos as práticas de manejo adotadas
pelos produtores Saterés, bem como a cadeia produtiva e inserção no mercado. Para tanto,
foi aplicado um questionário semiestruturado a 27 agricultores na T.I Andirá-Marau. Foram
obtidas informações sobre: histórico da área, seleção de Material para plantio, adubação,
podas, cobertura vegetal, pragas e doenças, armazenamento, beneficiamento e certificação
da produção do guaraná Sateré-Mawé. O manejo dos guaranazais pelos Sateré-Mawé usa
a adubação orgânica, a cobertura de solo e o controle ecológico de pragas e doenças. O
processo de beneficiamento contribui para as características exclusivas da qualidade e sabor
das sementes, distinguindo o guaraná Sateré dos demais, garantindo um nicho de mercado.

Publicado
2018-08-13