A metodologia da alternância no curso técnico em Agroecologia na Região Metropolitana de Belo Horizonte: potencialidades e desafios

  • Camila Marina Teixeira Ferreira Fundação Helena Antipoff
  • Nilmar Vaz de Jesus Santos Fundação Helena Antipoff
  • Adalgisa de Jesus Pereira Fundação Helena Antipoff
Palavras-chave: Educação; Agricultura Ecológica; Sustentabilidade.

Resumo

Este relato tem como objetivo apresentar a experiência inovadora da implantação do Curso Técnico em Agroecologia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em regime de alternância e seu alcance sobre a formação profissional. O curso, da Escola Técnica Sandoval Soares de Azevedo, situado na Fundação Helena Antipoff é subsequente ao ensino médio e em regime de alternância. Possui proposta pedagógica que contempla diversidade de sujeitos e formação transdisciplinar. A proposta metodológica visa a capacitação das/os alunas/os para que possam trabalhar e desenvolver em suas áreas (e para além) projetos de adequação, plantio e produção de alimentos mais saudáveis, como alternativas à agricultura convencional. Construindo perspectivas de sustentabilidade que sejam mais inclusivas nos aspectos sociais, políticos, éticos, ambientais, econômicos e culturais, que promovam a emancipação dos sujeitos na transição do plantio, produção e consumo de alimentos convencionais para o agroecológico e que também respeite os aspectos ambientais, climáticos, sociais e culturais de cada região.

Publicado
2020-08-05