Bovinocultura leiteira agroecológica na região do Contestado em Santa Catarina: possibilidade de interação de saberes técnicos e populares

  • Simone Bernardes da Fontoura Universidade Federal de Santa Catarina
  • Danielle Remor
  • José Antônio Louzada
Palavras-chave: Reforma agrária; Agricultura familiar; Agroecologia; Educação.

Resumo

O objetivo deste estudo é verificar como a relação entre saberes populares e técnicos contribuíram para a conversão agroecológica em uma Unidade de Produção Agrícola (UPA) de bovinocultura de leite, em um assentamento da região do Contestado em Santa Catarina. A pesquisa foi realizada por discentes e docente da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus de Curitibanos, no segundo semestre de 2018. O trabalho valeu-se de entrevista semiestruturada com uma família de agricultores assentados, onde os mesmos destacaram sua trajetória, as dificuldades e desafios da produção. Dentre os resultados obtidos, destacou-se a interação de saberes técnicos e populares para a conversão agroecológica da produção. A experiência demonstrou que ocorreu um processo não linear de aprendizado em que o conhecimento técnico somou-se ao saber popular, a partir da autonomia do agricultor com o propósito de produzir leite agroecológico e, além disso, também contribuiu para suscitar um conhecimento crítico ao ensino acadêmico.

Publicado
2020-09-08
Seção
CBA - Manejo de Agroecossistemas de Base Ecológica