Microrganismos eficientes na decomposição de resíduos de soja e milho

  • Luana Aparecida Caetano Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Tarita Cira Deboni Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Ezequiel Bampi Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Ândrea Franco Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Gabriela de Melo Santiago Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Alfredo Castamann Universidade Federal da Fronteira Sul
Palavras-chave: Ciclagem de nutrientes; Microrganismos Eficientes; Resíduos vegetais.

Resumo

A presença de microrganismos benéficos no solo auxiliam no crescimento e desenvolvimento de plantas, auxiliam na ciclagem de nutrientes, evitam a incidência de pragas e patógenos, entre outras funções. Este trabalho teve como objetivo analisar a influência da adição de microrganismos eficientes (EM) na decomposição de resíduos vegetais de milho e soja em consórcio e solteiros. O delineamento experimental foi bifatoria com quatro repetições e as análises foram conduzidas em laboratório. Os resíduos vegetais foram secados e acondicionados em sacos de ráfia, sobre os quais foi regada a solução de EM. Após 45 dias foi calculada a massa de resíduos decomposta. Como resultados observou-se um aumento na taxa de decomposição em função da adição de EM em resíduos de soja solteira e no consórcio de soja com milho. Concluiu-se que o tratamento de restos culturais com microrganismos eficiente pode alterar a velocidade de decomposição dependendo do tipo de resíduo

Publicado
2020-09-08
Seção
CBA - Manejo de Agroecossistemas de Base Ecológica