Papel ecológico no sequestro de carbono de um sistema agroflorestal sucessional no Sudoeste do Paraná

  • Ivã Andreas Lima Arancibia Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Joel Danazzolo
  • Alexandre Giesel
  • Rodrigo Voltani da Silva
  • Victor Manoel Silva
  • Isadora Tozzo
Palavras-chave: Agrofloresta; Manejo; Silvicultura

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar papel ecológico de um sistema agroflorestal sucessional em sua capacidade de sequestrar carbono na região sudoeste paranaense.  O sistema agroflorestal consiste em oito linhas com 4,0 m de distância entre linhas, o módulo originalmente empregado contém uma espécie madeireira protagonista, quatro frutíferas, quatro espécies madeireiras, culturas agrícolas anuais, adubos verdes e olerícolas. O módulo foi repetido seis vezes até ocupar toda a área disponível. A avaliação foi realizada por censo nos tempos 0, 4, 5 e 8 anos após a implantação.  A avaliação de rendimento de madeira foi realizada pela circunferência de colo (C30), realizado separadamente para grupo de espécies dentro da classificação ecológica sucessional. Os resultados indicaram que as mudanças edafoclimáticas promovidas pelo sistema agroflorestal sucessional favoreceram espécies de plantas secundárias iniciais, devendo estas serem priorizadas para o incremento de sequestro de carbono.

Publicado
2020-09-08
Seção
CBA - Manejo de Agroecossistemas de Base Ecológica