De trabalhadores “sem terras” a produtores agroecológicos

  • YOUSSEF FILHO, Adnan Assad Universidade Federal de Pernambuco e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima
  • NEGREIROS, Mariton Teixeira de Escola Agrotécnica da Universidade Federal de Roraima
  • GARCIA, Abigail Santos Secretaria Estadual de Educação e Desporto de Roraima
Palavras-chave: agroecologia, modelo de produção, transição

Resumo

Para chegar à condição de produtores agroecológicos, os moradores do Projeto de Assentamento
Nova Amazônia, localizado no Estado de Roraima, passaram por diversas dificuldades.
Dentre elas se destacaram o acesso à terra e ausência de políticas públicas para promover a
transformação em seu modelo de produção. Os objetivos deste trabalho foram identificar os
principais obstáculos encontrados em uma mudança no modo de produção hortifrutigranjeira
convencional para a agroecológica. De fevereiro a março de 2017 foram entrevistados gestores
de instituições que apoiaram a transição e realizadas visitas aos produtores rurais em seus
lotes e no local da comercialização de seus produtos. Dentre os agricultores que permanecem
produzindo agroecologicamente, verificou-se a importância do auxílio de uma instituição público-
privada que se configurou na principal ferramenta de transição aos produtores, proporcionando
assistência técnica, capacitação e meios de acesso ao mercado.

Publicado
2018-08-19