A certificação orgânica participativa na promoção de equidade de gênero no Nordeste do Brasil: um estudo a partir do Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos

  • Raquel Melo da Silva
  • Geiza Martins da Silva
  • Miriam Monteiro Costa
  • Vanuze Costa de Oliveira ufal
Palavras-chave: Certificação orgânica; agricultura familiar; desenvolvimento rural; sustentabilidade

Resumo

O Sistema Participativo de Garantia (SPG) está ligado ao desenvolvimento rural sustentável e produção de alimentos orgânicos. Mediante a carência de estudos sobre SPG no Nordeste, objetivou-se identificar o número de unidades produtivas certificadas nesta Região, bem como o percentual de certificações quanto ao sexo do(a) produtor(a) certificado(a). Utilizou-se a pesquisa bibliográfica e documental, tendo como base o Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos do MAPA. Foram identificados 1.451 produtores orgânicos certificados. A Bahia é o estado com o maior número de certificados orgânicos. Há o predomínio da emissão do certificado orgânico para os homens, sendo este dado observado para todos os estados da Região Nordeste. Apesar dos números ainda apontarem para a baixa inserção das mulheres no CNPO, considera-se que o SPG é um mecanismo inclusivo social e, que com o decorrer do tempo, haverá aumento no número de mulheres quanto à certificação de produtos orgânicos no Brasil.

Publicado
2022-03-23
Seção
RTA - Economias dos sistemas agroalimentares de base agroecológica