Estratégias de comercialização de alimentos a partir de redes sociais: caso formado após início da pandemia do COVID-19 em Santa Maria - RS

a case formed after the start of the COVID-19 pandemic in Santa Maria - RS

Palavras-chave: Coronavírus, Redes Sociais, Mercados Agroalimentares locais

Resumo

A pandemia causada pelo COVID-19 provocou mudanças no cenário dos mercados agroalimentares. Famílias agricultoras precisaram se adaptar às mudanças  econômicas, sociais e culturais que a necessidade do isolamento social provocou. O presente artigo analisa o caso do Empreendimento “Lá de Fora”, página de rede social criada durante o cenário pandêmico, no intuito de comercializar os produtos de três produtores locais de alimentos que tiveram queda nas vendas de alguns canais de comercialização com o início da pandemia. O artigo aponta para o caráter de novidade de comercialização no empreendimento e detalha o processo de criação e sistemática de vendas de produtos alimentares disponíveis entre os produtores parceiros. A criação de cestas personalizadas e a assinatura de cestas propiciou a gênese de um quadro de fidelização dos clientes com potencial para manutenção do canal de comercialização no cenário pós-pandemia.

Biografia do Autor

Bernardo Rodrigues da Silva, Universidade Federal de Santa Maria

Doutorando em Extensão Rural pela Universidade Federal de Santa Maria (em andamento). Bolsista CAPES DS (nível doutorado). Mestre em Extensão Rural pela Universidade Federal de Santa Maria (2018). Especialista em Educação do Campo e Agroecologia pelo Instituto Federal Farroupilha Campus Jaguari (2017). Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Santa Maria (2015). Técnico em Agropecuária pelo Instituto Federal Farroupilha Campus Alegrete (2010). 

Publicado
2022-03-23
Seção
RTA - Economias dos sistemas agroalimentares de base agroecológica